quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

2 anos de Caixa!

Como o tempo passa rápido... frase batida essa, mas é super verdadeira!


Uma pena eu não ter conseguido atualizar esse blog como gostaria... queria ter contado cada etapa passada no trabalho... e tinha tanta coisa pra contar! Fazer o que...


Atualizando, hoje continuo na mesma agência na qual entrei, mas nesse mês faz 1 ano que mudei aqui pra cidade. Mas quase todo final de semana volto pra minha outra cidade.


Também continuo no mesmo setor, o de pessoa física. Fiz algumas coisas diferentes, mas não cheguei a sair dali.


A vida na Caixa é cheia de altos e baixos. Vou do céu ao inferno em questão de dias ou de horas... E as coisas mudam. Meu Deus como as coisas mudam!!!! Aprendi que não podemos fazer planos a longo prazo na Caixa... o que é certeza num dia, já caiu por terra no dia seguinte. Você não tem muita coisa garantida, não dá pra contar com nada. A rotatividade é muito grande também. No começo eu sofria com as despedidas, agora já estou encarando mais normalmente, porque é toda hora! E outra, é bem provável que você ainda vá trabalhar com essa pessoa que você tanto gosta, porque na caixa as pessoas dão voltas, hehehe.


Cresci muito nesses 2 anos. Sinto que melhorei em vários aspectos. E sinto que ainda preciso melhorar muuuuito em vários outros.


Acho que nunca me identifiquei tanto num trabalho. Aliás, tenho certeza. Sinto como se tivesse finalmente me encontrado! É o que eu gosto! É uma loucura, faz tempo que estou trabalhando 12 horas por dia (ganhando por 9 – contando 1 do almoço), fico estressada, nervosa, acelerada... mas adoro tudo isso!!!


No momento estou substituindo um supervisor de atendimento, até chegar um novo na agência, que ainda não sei quando será, espero que demore bastante ainda, porque aí meu salário fica beeem gordinho e também conta pontos, além de ser super importante pra eu me desenvolver cada vez mais ali na função, aprendendo a ser gerente de fato. Eu não tinha idéia de certas coisas, mas não é fácil ser chefe!! Como a gente muda de visão quando está no outro lado! Mas é um desafio tãooo bom!


Hoje, completando 2 anos, posso começar a concorrer nas vagas que forem surgindo de funções gerenciais (supervisores ou gerentes mesmo). Ou também em funções de assistentes, que tem na caixa. Quero subir um degrau por vez. Mas quero muito subir! Minha meta é ser gerente na Caixa! E sei que vou conseguir!