domingo, 27 de dezembro de 2009

O início



Todo começo é difícil. Pelo menos os começos nos novos empregos :D. É muita informação, muita coisa ao mesmo tempo.

Meu primeiro dia foi típico: aquele frio na barriga ao chegar na empresa, o não saber onde enfiar as mãos, a sensação de estar todo mundo te analisando, olhando a “forasteira”, hehehe. No geral fui bem recebida, me senti acolhida. Só me assustei um pouco pois logo me falaram pra ir ligando meu computador e me deixaram lá, plantada... nem senha eu tinha pra logar, então nem adiantou muita coisa... os clientes foram entrando e já indo direto na minha mesa buscar informações, eu perdidinha da silva... Dei um jeito de sair da minha mesa e pedi pra moça ao lado me deixar sentar ao seu lado, pra ir acompanhando os atendimentos, ufa! E foi o que fiz durante todo o dia, virei sua sombra :D. Aliás, nos dias seguintes também. Ela é um amor e está me ensinando bastante.

No segundo dia (terça-feira passada) foi que me bateu o desespero. É muuuuita coisa pra aprender, são tantos detalhes, tanta coisa, que dá impressão que não vou aprender nunca! Fiquei bem desanimada, tive vontade sair dali pra chorar... fiquei bem mal mesmo. Mas quando estava vindo pra casa, fiquei pensando que começo é assim mesmo, é tudo estranho pra gente, mas mantendo a calma logo vamos pegando o jeito das coisas... E foi com esse pensamento que fui para o terceiro dia, muito mais animada e com vontade aprender! E nesse dia já fui fazendo algumas coisas sozinha (poucas é verdade, mas fiz :D) e acho que a cada dia vou melhorando um pouquinho.

E sem esquecer que estou no período de experiência (estágio probatório), vou ser avaliada formalmente três vezes (digo formalmente pois tem as avaliações já marcadas, mas sei que estou sendo avaliada a cada momento, né?!). Tenho que demonstrar interesse, vontade de aprender, empenho! E acho que isso realmente não está me faltando. Quero muito aprender logo a mexer nos sistemas, os procedimentos, ter uma noção geral de tudo.


Não me mudei

Ahhh, não me mudei ainda pra nova cidade... não consegui encontrar nenhum lugar aceitável (minha mãe já voltou pra casa dela na quarta-feira cedinho). Só achamos uns "muquifos", aí não dá né? Tinha um sem lugar pra instalar chuveiro (!) e outro na maior sujeira, sem condições. Não imaginei que seria tão difícil encontrar um apartamento, fazer o que né. Estou indo e voltando todos os dias... levo em média 2 horas pra ir e mais o mesmo tanto pra voltar... imagina se é cansativo! Tenho que pegar 2 ônibus, e a espera de um pra outro é que é a maior dureza. Estou gastando R$ 10,00 por dia com o transporte (se eu pegar o que vai direto até a cidade, gastarei R$ 17,00, mas o ponto é bem longe da minha casa, teria que pegar um outro até lá, na ida e na volta, chegando a uns R$ 21,00, fora que os horários desse direto não dão muito certo). Vou entrar com pedido de vale-transporte. Peguei carona no último dia com um pessoal que vai e volta todos os dias também, mas nossos horários são diferentes, não sei se valeria a pena... e rachando eu teria que pagar uns R$ 250,00 por mês. E a dona do carro mora longe da minha casa. Sei lá como vai ser, vamos ver.





2 comentários:

* Jaq * disse...

Guria, tava ansiosa pra saber novidades... Sei que o começo é difícil, mas tudo melhora você vai ver! E ainda vai rir disso tudo! rs
Sabe, é engraçado esse negócio de distância... moro em Curitiba e trabalhava no lado oposto da cidade se comparado ao bairro onde moro. Se eu pudesse ir de carro, levaria no máx 40 min, dependendo do transito até menos... mas, de onibus, nunca menos de 1h30... 2h. Sei que é chato, mas com o tempo você se acostuma e vai ver que logo logo vai arranjar um lugar bom para ficar. Bjus... torço muito por ti. Jaque

Pequeno Falcão disse...

Oi Gata! parabéns pela nova fase. Parece que estou me vendo quando leio seus posts... brabeira mesmo é o início, depois relaxa! vc é capaz! eu fui! meu primeiro dia,semana e mês foi assim também: eu era a famosa sombra de minha amiga até hoje, a Renata (Deus a abençoe) que foi me ensinando tudo devagar... isso ela, porque tinham umas tranqueiras, que devem logo ser ignoradas. Fique bem! vc é forte, fez por merecer e fará tudo dar certo! não liga tanto pra essa coisa de probatório pois é piração: vc é legal!
Beijoka, tá!