domingo, 2 de agosto de 2009

Coisas que não gosto nos concursos...


Hoje é Dia de Concurso!

Está um domingo chuvoso e gelado aqui na minha cidade, se não fosse o concurso com certeza seria um dia embaixo das cobertas, de frente pra TV ou lendo ou dormindo ou namorando... :D

Mas hoje tem concurso! A prova vai começar as 13:00h. Estou na expectativa. Eu devo ter algum problema, mas sabia que adoro fazer provas? Hahahaha. Sério mesmo, adoro fazer concursos! Com certeza não sou muito normal né?

Bom, mas tenho minhas ressalvas.
.
.
Coisas que NÃO GOSTO nos concursos:

- Quando a prova é em outra cidade: ter que viajar, geralmente de ônibus ou van (como foi no último da CEF), gastando horas e horas a mais, se cansando horrores, além de gastar uma boa grana com as despesas.

- Ter que ficar esperando até meia hora antes do término da prova pra poder levar o caderno de questões ou o gabarito: nossa, tem coisa mais chata que isso? Não suporto. Terminar a prova e não poder sair na mesma hora com o gabarito é uma verdadeira tortura. Isso já aconteceu diversas vezes comigo (principalmente em concursos mais fáceis, de nível médio, com poucas disciplinas... por exemplo, tem concursos com apenas 3 disciplinas, poucas questões, com tempo de duração de 4 horas... sendo que teria que ficar por 3 horas e meia na sala pra poder sair com seu gabarito... ninguém merece!). Geralmente eu faço rápido a prova, isso não quer dizer que sou melhor ou pior do que quem demora mais, só é meio jeito. Mas claro que tem exceções... já fiz algumas provas em que a duração foi insuficiente pra terminar todas as questões...

- Barulho externo ou dos fiscais na sala de provas... affff. E quando algum fiscal fica parado ao seu lado ou logo atrás de você, enquanto está resolvendo a prova? É dose né?

- Provas de Português com textos enooooormes... affff, sem comentários. E pra complementar esse item: é insuportável, em qualquer prova, questões muito grandes... enunciado enorme, alternativas maiores ainda... é muuuuuito cansativo...

- Cadernos de provas com as questões muito próximas, sem espaço para rascunhos (estes geralmente estão na última folha... então se for resolver as questões de matemática ou raciocínio lógico, tem que ficar virando as páginas o tempo todo).

- Gente com nariz escorrendo, eca, que nojo... puxando o nariz toda hora, ninguém merece... não dá pra ter concentração com isso do seu lado! E tosse também, insuportável!

- Sem relógio na sala, nem marcação da hora no quadro-negro...

Bem, devem ter outras coisas, mas agora só pensei nessas, ahhaha.

Nesse concurso de hoje, uma coisa inédita: estava relendo o edital e pelo que entendi, não vou precisar ficar horas esperando pra levar meu gabarito! Oba! Só o caderno de provas que só pode ser levado 1 hora antes do término da prova, bom né? E 1 hora já é melhor do que meia hora, heheh.

Depois conto como me saí!

2 comentários:

Luana Motta disse...

Pri, amiga!!!!

Boa sorte na prova!!!!!!!!
Tenho certeza de que vc se sairá muito bem.

Beijos Lua

Amanda disse...

Oi Pri,

Prestei um concurso p/o Ministério da Fazenda, onde uma das exigências era prender os cabelos.

A fiscal disse q não poderíamos fazer a prova de cabelos soltos, no exato momento da entrega do caderno de questões/gabarito, ou seja, todos os nossos pertences (bolsas) estavam numa pilha enorme nas cadeiras da entrada da sala.

Tive q improvisar uma trança de última hora e ficar arrumando durante a prova, pq os nós soltavam.

E barulho de plastiquinho? Pode ser de bala, de salgadinho, enfim, isto me irrita.

Uma garota na minha sala trouxe um daqueles saquilos "surpresa" de festa de criança - rs. Quase roubei-o dela - kkkkkkkkk

Um rapaz tinha um pacote de bolacha água e sal da Tostines daqueles bem antigo - acho q ele deve ter estoque em casa, pq nunca mais vi um daqueles nos supermercados - rs.

Bjos,

Amanda